quarta-feira, 5 de maio de 2010

Carona

Em meio as chuvas de Abril sentou-se ao meu lado.
Daqui, a levarei aos seus leitos para nunca se molhar, de tristeza.
Tempos atrás errei seu endereço,
para hoje te achar entre outros recados.

Do meu convite em massa
derreto os sorvetes em ansiedade,
para outra vez na noite de uma sexta-feira,
vê-la na reprise de um filme.

Rafael Cunha

Nenhum comentário: