quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Sono

Chapéus e travesseiros.
Mais nada é preciso para um sonho.

O travesseiro acomoda:
seu sorriso fechado,
seus olhos claros,
sua boca rosa suave,
seus cabelos longos e seu nariz pontudo.

O chapéu guarda:
os seus sonhos ainda não realizados,
descarrega na noite as vontades não desejadas.
Mostra-lhe o caminho para o sorriso na próxima manhã de Sol.

Como um espreguiçar,
eles guardam seus bocejos para mim.
Que sempre a esperei.

Rafael Cunha

Um comentário:

Simone disse...

Sonhos... nem sei o que dizer, mas tenho todos os dias... Me confunde nem sei mais o que é verdade ou mentira, o que é sonho de realidade...
Sei que preciso, me diz sempre alguma coisa, issoooo ele conversa comigo...
Alguns já realizados outros ainda por vir... mas sou forte e sei que vou conseguir...

Simone