segunda-feira, 10 de junho de 2013

Voltando pra Casa

Há pouco tempo fui passear em outras ruas.
Virei esquinas de beijos com solidão,
me sujei com amassos de outras mãos.

Enquanto caminhava não olhava quem passava.
Como um gato mia,
de chôro,
meus olhos vendados para minhas mãos tatear.

Mais nada existia, amor não sorria.

Ontem atravessei uma rua.
Ainda de olhos vendados,
toquei em uma.

Lapidada em texto pelo corpo,
li sua alma com a ponta dos meus dedos,
com o toque dos meus lábios.
Recheado com cheiro dos seus cabelos em nossas bocas.

Ontem atravessei uma rua.
Encontrei o caminho de volta pra casa.



Rafael Cunha

Nenhum comentário: